terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Gadajace glowy (aka Talking heads) - 1980

Este pequeno filme de 1980 do polaco Krzysztof Kieślowski transforma uma ideia simples numa profunda obra documental. São feitas três questões óbvias, mas note-se como algumas não são fáceis de se responder. “Que idade tem?”, “Quem é você?”, “O que deseja da vida?”. A espontaneidade das respostas revelam sinceridade na maioria das breve reflexões. A linguagem não-verbal é por vezes fantástica. Curioso notar como são as crianças que mais facilmente respondem e a vontade de viver da maioria.


Há um hiato entre o que estas pessoas dizem que são e o que desejariam ser - a tensão para o movimento, para a mudança, encontra-se aí. Está provavelmente nesse hiato uma das contradições fundamentais para a compreensão das nossas vidas.

2 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

entre o querer e o ser, vai mais do que um hiato. Entre o poder querer e o poder ser, vai toda a distância do mundo...

Bruno disse...

Ora, nem mais! :-)